domingo, 19 de junho de 2016

REVISTA TCU ARTE - Artística e Cultural - 2016 06 21

Neste número com as seções:
Questionário Proust, com o poeta José Osterno (Ministério Público Federal)
Ponto do Humor, com o videomaker Júlio Cat (Semag)
Crônicas do Controle, com o cronista Paulo Avelino (Secex-CE)

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Questionário Proust com o poeta

JOSÉ OSTERNO

1)      O que você consideraria o cúmulo da miséria?
Da miséria humana, a violência.
2)      Onde você gostaria de viver?
Em um lugar de PAZ, sem a "Lei de Gérson" e o "Jeitinho Brasileiro".
3)   Qual é a sua ideia de felicidade terrena?
Uma imensa livraria. Em verdade, como disse, um dia, Saramago: "Uma Catedral de Livros".
4)      Quais falhas você tolera mais?
A grosseria é intolerável.
5)      Quem são os seus heróis favoritos de ficção?
Tenente Drogo, do "Deserto dos Tártaros", pela esperança, e Hamlet, pela lúcida loucura.
6)      Quem são os seus heróis favoritos da vida real?
Papa Francisco, por óbvio.
7)      Quem são suas heroínas favoritas na vida real?
As três mulheres da minha vida (a esposa, Carmen, e as filhas, Carol e Gabi).
8)      Quem são suas heroínas favoritas da ficção?
Capitu, pelo mistério.
9)      Quem são os seus personagens favoritos da história?
Jesus Cristo, pelo Inigualável Amor, e São José, um Homem Justo, diz a Bíblia.
10)  O seu pintor favorito?
Da Vinci, por "A Anunciação".
11)  Seu músico favorito?
Schubert, sua "Serenata" prova a existência de Deus.
12)  A qualidade que você mais admira em um homem?
Misericórdia, porque a dor dói.
13)  A qualidade que você mais admira em uma mulher?
Misericórdia, pelo mesmo motivo.
14)  Sua virtude favorita?
A compreensão do brocardo: "Errar é humano".
15)  Sua ocupação favorita?
Ler bons livros de papel e torcer pelo Fortaleza (O Leão do Pici).
16)  Quem você gostaria de ter sido?
O Centurião de "Eu não sou digno de que entreis em minha morada ...",
cuja Fé causou admiração no próprio Jesus.
17)  Que trabalho de arte seu você mais gosta? Há uma história por trás dele?
o Poema "Felicidade", por causa da dúvida hamletiana: existe ou não existe, nesta vida (com "v" minúsculo)?

FELICIDADE
José Osterno Campos de Araújo

                   “Um homem feliz não escreve romance”
                                   Carlos Heitor Cony


Estarei deixando de ser feliz,
para escrever poemas?

Para escrever poemas,
serei infeliz como antes, circunstancialmente.
Serei infeliz como um dia ou outro, outrora.
Serei infeliz como verdadeiramente os infelizes.

Serei tão infeliz quanto
o mais possível infeliz.
Então,
escreverei um tanto de poesia
e morrerei.

Estarei, enfim, deixando de escrever poemas
para ser feliz.
 &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Ponto do Humor com o cineasta/videomaker

JÚLIO CAT

Batgirl, Mulher-Maravilha, She-ra, e de certa forma até a Mulher-Gato - o Mundo do Humor e da Ficção pulula de heroínas - sempre a  combater o Mal, com vitória mais ou menos completa, mas sempre com garra e sem descuidar do charme. Em um de seus primeiros filmes creio que o autor se inspirou nessas musas e trouxe duas campeãs da eficiência administrativa para fiscalizar uma ONG um tanto quanto (muito) suspeita. Um dos melhores momentos acontece quando as ACEs CATs descobrem uma obra de arte de autoria de ... mas o melhor mesmo é vendo:

AS ACES CATS CONTRA OS RATOS DO ORÇAMENTO

video



&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Crônicas do Controle com o cronista

PAULO AVELINO


O Direito Administrativo - Ano Zero

O Direito Administrativo surgiu no dia 13 de dezembro de 1799 em Paris. No dia 12 de dezembro não existia. Ao contrário de seus companheiros direitos Civil e Penal sua origem não se perde na noite dos tempos. Não conheceu códigos de Hamurabi nem uma evolução de tartaruga. Veio da vontade de um grupo de homens, e veio de um corte.

Dois cortes, na verdade, representados por duas datas. Uma delas [já designada acima] marca a publicação da Constituição de 22 Frimário do Ano VIII – Frimário por ser tempo frio, e ano oitavo da Revolução – a qual, segundo os revolucionários, partiria a História humana em duas.

A primeira Constituição revolucionária não o era tanto – a guilhotina e o General Bonaparte já tinham dado uns bons socos nos ideais de liberdade. O Poder desse general era tão grande que consta na própria Constituição, como primeiro Cônsul – cargo obviamente criado pera ele.

O artigo 52 estabelecia Sob a direção dos cônsules, um Conselho de Estado é encarregado de redigir os projetos de ei e os regulamentos de administração pública(...)  e até aí nada de mais. Apenas mais um órgão de auxílio ao poder executivo. No que este bisonho artigo sacudiu o mundo do Direito foi na sua continuação ... e de resolver as dificuldades que surgem em matéria administrativa.

E esse órgão existe até hoje e as suas decisões criaram um novo saber jurídico – um Direito do Poder. Antes o Poder não tinha Direito – só tinha poder.


&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

A Estagiária (1) África (1) Alemanha (7) Amhitar (6) Antônio Araújo (4) Antonio Carlos dos Santos (6) Antonio Moreno (5) Artes Plásticas (44) Artes Visuais (147) Artigo (1) As ACEs CATS (2) As Olimpíadas Mundiais dos Tribunais de Contas (1) Astros (2) Audiovisual (20) Avelina Almeida (13) Bélgica (1) Brasil (31) Brasília (1) Ceará (2) Comédia (13) Conto (15) Crítica de Arte (1) Crítica Literária (1) Crônica (13) Daniel Rodrigues (2) Dinamarca (6) Dipar (1) Divulgação (2) Drama (14) Dramaturgia (24) Elieser Cavalcante (1) Ensaio (4) Espaço Cultural Marcantonio Vilaça (2) Estacionamento Provisório (2) Estados Unidos (6) Ex-funcionários (2) Exequiel (3) Flores (4) Fotografia (110) França (6) Funcionários Ativos (248) Funcionários Inativos (6) Gabinete de Ministro (7) Gabpres (49) Gênero Fantástico (9) Geraldo Abreu (1) Gustavo Parolin (1) Holanda (14) Humor (20) Idelfonso Bezerra (1) Indonésia (1) ISC (18) J.JESUS (25) Japão (2) Jerson Brito (9) Jordânia (7) José Osterno (4) Josir Alves (1) Júlio Cat (18) Lançamento de Livro (4) Literatura (63) Luisa Franco (1) Marcelo Assis (20) Márcia Sartori (57) Márcio Braz (1) Márcio Hudson (3) Marco Aurélio (2) Marcos Valério (11) Mauro Martins (21) Michelle Glória (2) Mostra de Talentos (7) Musica (1) Noruega (2) Nova Iorque (2) O Primo Basílio (9) Oriente (1) Os Servidores do Tribunal de Contas Unido (2) Pacto de Sangue (1) Pagina das Vidas dos Servidores (1) Páginas das Vidas dos Servidores (1) Paisagem Praiana (16) Paisagem Rural (29) Paisagem Urbana (3) Paraíba (2) Paulo Avelino (13) Pintura (46) Poesia (24) Resenha de Livro (1) Retrato (3) Reunião sobre plano de auditoria (1) Romance (1) Romilson Rodrigues (1) Sátira (12) Secex-CE (21) Secex-GO (1) Secex-PA (2) Secex-PE (2) Secex-RN (11) Secex-RO (8) Secex-RS (1) Secex-SC (21) SecexEstatais RJ (2) Secretaria das Sessões (55) Selip (1) Selog (20) Semag (24) Seplan (1) Soneto (1) Swing Tântrico (6) TCU (1) TCU-Estados (30) TCU-Sede (166) Teatro (21) Técnica Mista (1) Tele trabalho (1) Tepires (24) Tiba (1) Transpantaneira (3) Tribunal de Contas Romano (3) Trova (2) Ubiratan Aguiar (3) Venezuela (6) Viagem (86) Vídeo (16) Waucilon (2)